terça-feira, junho 11
Shadow

Polícia Civil prende traficante e apreende mais de 800 porções de drogas em Araguaína

Arma de fogo também foi apreendida durante ação.

Mais de 800 porções de substâncias entorpecentes já embaladas e prontas para a venda, além de arma de fogo e demais apetrechos utilizados para o tráfico de drogas, foram apreendidos pela Polícia Civil do Tocantins, por meio de ação realizada na tarde desta quinta-feira (6), na cidade de Araguaína, pela 2ª Divisão de Repressão a Narcóticos (DENARC – Araguaína). 

Coordenada pelo delegado-chefe da unidade, José Anchieta de Menezes Filho, a operação resultou na prisão em flagrante de um homem de iniciais R.M.G., de 29 anos, o qual estava utilizando tornozeleira eletrônica no momento da abordagem, pois já cumpre pena por roubo. A ação foi deflagrada após investigações realizadas pelas equipes da 2ª DENARC revelarem que ele estava diretamente envolvido com a comercialização de drogas, em alguns setores de Araguaína. 

Assim, no início da tarde de hoje, os policiais civis foram novamente até o endereço do indivíduo e notaram um grande fluxo de usuários entrando e saindo no imóvel, que fica localizado no Setor Araguaína Sul. Diante da clara evidência de que algo ilegal estava ocorrendo, os policiais civis adentraram na residência, onde flagraram o suspeito com 798 porções de cocaína, já devidamente embaladas e prontas para venda, bem como várias porções de maconha, crack, cocaína, e um revólver calibre 38, carregado com seis munições intactas e outras cinco reserva. 

Somente as 800 porções de cocaína encontradas com o suspeito estão avaliadas em mais de R$ 40 mil, pois seriam vendidas ao preço de R$ 50,00, cada uma. Durante a ação, os policiais civis também apreenderam uma motocicleta Yamaha, que era utilizada pelo indivíduo para fazer a entrega das drogas. 

Desse modo, o indivíduo foi preso em flagrante e conduzido até a sede da 5ª Central de Atendimento da Polícia Civil, onde foi autuado por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo. Após a realização das providências legais cabíveis, ele foi encaminhado à Unidade Penal de Araguaína, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. 

“Trata-se de mais um duro golpe na criminalidade, onde um suspeito de tráfico obteve um prejuízo de mais de R$ 40 mil, pois as substâncias entorpecentes que ele havia encomendado para serem comercializadas na exposição agropecuária de Araguaína, não mais chegarão às mãos de usuários e pequenos traficantes”, frisou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *